Bula Claril®

cloridrato de nafazolina + maleato de feniramina

alcon cons

 

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE/PROFISSIONAL DE SAÚDE

 

CLARIL ® cloridrato de nafazolina maleato de feniramina

 

Solução Oftálmica Estéril

 

Para alívio de irritações e vermelhidão oculares e coceira

 

FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO: Frasco plástico conta-gotas contendo 15 ml de Solução Oftálmica Estéril.

 

USO ADULTO.

 

COMPOSIÇÃO:

 

Cada ml (aproximadamente 25 gotas) de CLARIL Solução Oftálmica contém: Cloridrato de nafazolina 0,25 mg

 

Maleato de feniramina 3,0 mg

 

Veículo constituído de ácido bórico, borato de sódio, cloreto de sódio, edetato dissódico, com cloreto de benzalcônio como conservante e água purificada q.s.p. 1,0 ml.

 

:

 

AÇÃO DO MEDICAMENTO:

 

CLARIL Solução Oftálmica possui ação antialérgica e descongestionante dos olhos.

 

INDICAÇÕES DO MEDICAMENTO:

 

CLARIL Solução Oftálmica está indicado para o alívio da vermelhidão dos olhos causada por poluição, fumaça, pó, pêlos de animais, pólen, grama, caspa, bem como os sintomas leves de coceira.

 

RISCOS DO MEDICAMENTO:

 

Contra-indicações:

 

Você não deve usar CLARIL Solução Oftálmica se for alérgico aos ingredientes do medicamento ou se tiver glaucoma de ângulo estreito ou predisposição a ter glaucoma.

 

Advertências e Precauções

 

Você não deve utilizar este medicamento se estiver usando lentes de contato.

 

Se você sentir dor no olho ou se ocorrer alterações na visão, vermelhidão ou irritação contínua do olho, ou se esta condição piorar ou persistir por mais de 72 horas, você deve interromper o uso do medicamento e consultar o médico.

 

Você não deve usar este medicamento se tiver alguma doença cardiovascular (incluindo arritmias cardíacas), pressão alta mal controlada, diabetes ou se tiver dificuldade de urinar devido ao aumento da próstata, exceto sob recomendação médica.

 

Você não deve usar este medicamento de forma abusiva ou por um período prolongado sem interrupção.

 

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Informe seu médico se ocorrer gravidez ou iniciar amamentação durante o uso deste medicamento.

Este medicamento não deve ser utilizado em crianças com menos de 6 anos sem orientação médica.

Informe o médico sobre o aparecimento de reações indesejáveis.

 

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE/PROFISSIONAL DE SAÚDE

 

 

Interações medicamentosas:

 

Informe seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

 

MODO DE USO:

 

Pingue 1 ou 2 gotas em cada olho a cada 3 ou 4 horas. Você deve pingar com menos freqüência de acordo com o grau de alívio dos sintomas.

 

Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

Não use medicamento com prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

 

REAÇÕES ADVERSAS:

 

Você pode ter algumas reações desagradáveis como dilatação temporária da pupila e aumento da pressão intra-ocular. A absorção do medicamento pelo organismo pode desencadear pressão alta, arritmias cardíacas, aumento do açúcar no sangue. Você pode também sentir sonolência.

 

CONDUTA NA SUPERDOSE:

 

Se você colocar uma grande quantidade de CLARIL Solução Oftálmica nos olhos de uma só vez, lave os olhos com água ou soro fisiológico. Em caso de ingestão acidental, procure o médico imediatamente.

 

CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO E USO:

 

Você deve conservar o produto à temperatura ambiente (15ºC a 30ºC) e protegido da luz.

 

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

 

:

 

CARACTERÍSTICAS FARMACOLÓGICAS

 

CLARIL combina os efeitos de um anti-histamínico, o maleato de feniramina, e de um descongestionante, a nafazolina.

 

RESULTADOS DE EFICÁCIA:

 

Um estudo clínico duplo-cego, randomizado, de grupo paralelo e controlado por placebo demostrou que a Solução Oftálmica de nafazolina/feniramina é significativamente mais eficaz que o placebo e do que as soluções oftálmicas de nafazolina e feniramina isoladas, na redução da vermelhidão e alívio da coceira (1).

 

(1) DOCKHORN RJ, et al. Comparison of Naphcon-A and its components (naphazoline and pheniramine) in provocative model of allergic conjuctivitis. Curr Eye Res. 1994

May;13(5):319-24

 

INDICAÇÕES:

 

Para o alívio temporário da vermelhidão dos olhos causada por poluição, fumaça, pó, pêlos de animais, pólen, grama, caspa, bem como dos sintomas leves de coceira.

 

 

 

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE/PROFISSIONAL DE SAÚDE

 

CONTRA-INDICAÇÕES:

 

Alergia a qualquer dos componentes da fórmula.

 

Pacientes com ou predispostos a glaucoma de ângulo estreito.

 

MODO DE USAR E CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO DEPOIS DE ABERTO.

 

Para evitar contaminação não tocar o conta-gotas. Conservar o produto em temperatura ambiente (15ºC a 30ºC).

 

POSOLOGIA:

 

Instilar 1 ou 2 gotas em cada olho a cada 3 ou 4 horas. Diminuir a freqüência das instilações de acordo com o grau de alívio dos sintomas.

 

ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES:

 

O produto não deve ser usado caso lentes de contato estejam nos olhos.

 

Em caso de dor no olho, alterações na visão, vermelhidão ou irritação contínua do olho, ou se esta condição piorar ou persistir por mais de 72 horas, interromper o uso.

 

Este produto não deve ser usado em pacientes com doença cardiovascular (incluindo arritmias cardíacas), hipertensão arterial mal controlada, diabetes ou em pacientes com dificuldade de micção devido ao aumento da próstata.

 

Não usar o produto de forma abusiva ou por um período prolongado ininterrupto.

 

USO EM IDOSOS, CRIANÇAS E OUTROS GRUPOS DE RISCO.

 

Idosos: Não é necessária nenhuma alteração de dose para pacientes idosos. Crianças: Deve-se evitar o uso em crianças com menos de 6 anos de idade. Lactantes: Deve-se evitar o uso em mulheres lactantes.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS.

 

CLARIL Solução Oftálmica deve ser usado com cautela em pacientes tratados com inibidores da MAO.

 

REAÇÕES ADVERSAS:

 

As seguintes reações adversas podem ocorrer: dilatação pupilar e aumento da pressão intra-ocular. A absorção sistêmica pode desencadear hipertensão, arritmias cardíacas, hiperglicemia. Sonolência pode ocorrer em alguns pacientes.

 

SUPERDOSE:

 

Normalmente, superdosagens não provocam problemas agudos. Em caso de excesso de produto instilado no olho, lavar com água ou soro fisiológico. A ingestão acidental por crianças pode levar ao coma e redução da temperatura corpórea.

 

ARMAZENAGEM:

 

Conservar o produto em temperatura ambiente (15 a 30 ºC) e proteger da luz.

 

Lote, fabricação e validade: vide cartucho.

 

MS-1.0023.0177.001-1

 

Farm. Resp.: Lygia Casella Piazza, CRF-SP nº 8066

 

ALCON LABORATÓRIOS DO BRASIL LTDA.

 

Av. N.S. da Assunção, 736 05359-001 São Paulo - SP

 

CNPJ 60.412.327/0013-36

 

Indústria Brasileira

 

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE/PROFISSIONAL DE SAÚDE

 

Serviço de Atendimento ao Consumidor: 0800-7077908

 

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

 

ALCON LABORATÓRIOS DO BRASIL LTDA.

 

ALCON

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4